Latest Posts:

5 Melhores Comedores de Algas | Barbatanas Blog

Olá a todos!

O tópico de hoje foca-se num problema que, com certeza, já todos vocês enfrentaram a determinada altura do hobby: as algas!

Na aquariofilia, as algas surgem por diversas causas, mas todas elas centralizam-se numa razão, apenas - desequilíbrio. Por natureza, as algas são organismos oportunistas, e como tal, aproveitam qualquer excesso ou deficiência para ocuparem o seu espaço em determinado nicho.

Assim como existem várias causas para o surgimento de um surto de algas, essa causa, regra geral, relaciona-se a um tipo de algas diferente. Identificando a alga, facilmente se identifica a origem do problema e assim, poderão ser tomadas as medidas necessárias para as eliminar ou, pelo menos, controlar.

Posto isto, deixo-vos uma lista dos melhores comedores de algas com os quais tenho trabalhado!


  • Caridina japonica
 O Camarão Amano! Este invertebrado foi extremamente utilizado pelo Grande Takashi Amano nos seus brutalíssimos Nature Aquariums. Atinge em média os 5cm e é bem resistente, sendo ideal para iniciantes ao hobby. Bastante pacífico e nunca é demais num aquário, mais não seja, para dar um detalhe interessante ao vosso tanque.


  • Neritina 
Devo dizer que estes caracóis trabalham!!! Num dos piores surtos de algas num plantado meu (infelizmente já desmontado à largos anos), estes meninos fizeram milagres... E só tinha 3!
Estão a ver aquelas pintas de algas verdes nos vidros? Aqui têm a resposta a esse problema. De nada ;)
Fora de brincadeiras, as neritinas, além de padrões interessantíssimos, são excelentes comedores de algas mais complicadas para a maioria dos peixes e camarões. O único inconveniente que tenho a apontar, são as dezenas de ovos que nunca eclodirão, pois tal como os C.japonica, é necessário águas salobras para que isso aconteça.

  • Crossocheilus siamesis (SAE - Siamese Algae Eater)
Outro Boss na luta contra as algas! Apenas os indico para aquários de maiores dimensões, uma vez que atingem uns imponentes 14cm e pelo facto de que podem tornar-se um pouco implicativos com os demais da mesma espécie, não aconselhando, no entanto, a manutenção destes, sozinhos.
São facilmente confundidos com os Flying Fox (Epalzeorhynchos kalopterus) e o seu primo CAE (Chinese Algae Eater), não é de facto um tão bom Algae Eater, como o nome assim o pinta, visto que havendo comida à disposição, nunca mais tocará numa alguinha...

  • Otocinclus
Várias são as espécies de Otocinclus, mas a mais comumente encontrada no mercado é o O. affinis.
São peixes ideais para aquários de menores dimensões, no entanto, dão-se melhor em aquários maturados à algum tempo ou em mãos mais experientes, pois a sua necessidade de algas é tal, que facilmente morrem à fome. Na inexistência destas, um reforço vegetal deve ser fornecido.

  • Melanoides tuberculata
Outro caracol! Este fica no fim da lista por uma simples razão: rapidamente se torna uma praga! Fora isso, estes pequeninos caracóis fazem um trabalho duplamente bom, e salvo raras excepções, mantenho-os em todos os meus tanques: algas é coisa do passado em booms destes "búzios" e visto que se enterram no substrato durante o dia, ajudam a arejá-lo, evitando zonas de hipóxia.



Quais são as vossa escolhas de topo na luta contra as algas?

Fiquem bem e... Até à próxima!

Share on Google Plus

About João Figueiras

The author studied Marine Biologist and is a fishkeeper since the age of 12. The most exciting aspect of the hobby for him is to breed fish and develop certain strains of fish and invertebrates.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Enviar um comentário